Magazine Luiza inaugurará 60 lojas neste ano em comemoração de aniversário

Resultado de imagem para Magazine Luiza inaugurará 60 lojas

A presidente do conselho de administração da rede varejista Magazine Luiza, Luiza Trajano, disse que a empresa abrirá cerca de 60 novas unidades somente neste ano, sendo que a maior parte das lojas que abrirão estarão localizadas na região Nordeste do país.

O número de 60 lojas abertas são mais que um símbolo de prosperidade da empresa, e sim um grande marco dos 60 anos que a rede varejista completara agora em 2017. Segundo Luiza, até o momento a rede varejista foi responsável pela abertura de mais de 30 lojas espalhadas em todo o país somente neste ano.

Luiza explicou que a abertura se concentrará no Nordeste do país, pois a empresa comprou atualmente uma grande rede de lojas e acabou de fechar todo o cerco dos lugares que não possuem uma loja da empresa.

Ao todo, a rede varejista já possui um total de 818 lojas em todo o país, contudo, o único lugar que não possui nenhuma unidade é no Rio de Janeiro. O grande motivo para isso, explica Luiza, é a violência constante que ocorre no estado. Luiza conta que sua tia de 91 anos, também fundadora da rede, não confia em abrir uma unidade da rede no Rio, principalmente pelos casos de roubo de cargas.

A presidente do conselho de administração da rede também afirmou que não serão mais feitas aquisições no mercado para expansão, os investimentos da empresa serão voltados exclusivamente para a tecnologia.

Segundo Luiza, não haverá mais compras de lojas, e nem mesmo de mídia para o crescimento da empresa. Ela afirmou que a empresa pretende crescer de forma organica.

Em relação a retomada da economia, Luiza Trajano declarou que os efeitos já podem ser sentidos nas vendas das lojas. “Fomos bem até agora e esperamos que continue”.

Um outro anuncio feito pela empresa revelou que 24 milhões de ações serão ofertadas publicamente de forma primária e secundária para que a rede varejista possa movimentar um valor de quase R$ 2 bilhões.

Os recursos que serão captados durante a oferta primária, Luiza declarou que serão destinados ao investimento de novas tecnologias, logística e de outros meios facilitadores.

A empresa informou em um documento de divulgação que os recursos obtidos com as ofertas no mercado de ações serão todos revertidos para melhorias da empresa como inauguração de novas lojas e a compra de tecnologias inovadoras.