Franquia ou negócio próprio? Conheça as vantagens e desvantagens de cada modelo

Resultado de imagem para franquia ou negocio proprio

Na hora de tirar a ideia do papel, muitos empreendedores ficam em dúvida entre criar o negócio do zero ou investir em uma franquia. Isso porque o franchising tem apresentado fortes índices de crescimento, com uma baixa taxa de mortalidade e uma boa margem de lucro.

Se por um lado, criar o negócio próprio possibilita mais liberdade para o empreendedor tomar as rédeas da empresa, seguir um modelo de negócios estabelecido garante mais segurança ao investimento.

E para escolher entre franquia ou negócio próprio, o empreendedor deverá conhecer as vantagens e desvantagens de cada modelo para determinar qual é o mais indicado para seu perfil.

Vantagens e desvantagens da franquia

Uma das principais vantagens em ser um franqueado é a possibilidade de trabalhar com um modelo de negócios validado e bem-sucedido no mercado. Essa característica diminui os riscos do empreendimento, pois o franqueado pulará algumas etapas essenciais para o estabelecimento da empresa. Como, por exemplo, validar o produto no mercado, criar autoridade na área de atuação, identificar o público-alvo e organizar os processos de forma sustentável.

Outro ponto a favor é o suporte oferecido pela franqueadora. Com guias de treinamento e processos padronizados, o franqueado será capaz de reproduzir a mesma essência da marca em sua unidade, atraindo um público que já conhece aquele produto/serviço comercializado, potencializando as chances de venda.

Por outro lado, o franchising pode ser uma má ideia para empreendedores mais criativos. Isso porque, ao operar uma franquia, o franqueado não terá liberdade para alterar um produto/serviço, por exemplo. Antes disso, deverá consultar a franqueadora e pedir autorização para tomar qualquer ação dentro do próprio negócio.

Vantagens e desvantagens do negócio próprio

Caso o empreendedor tenha desenvolvido um produto/serviço inovador, então a melhor solução pode ser criar o negócio do zero. Ao criar uma empresa, o empresário poderá estabelecer o caminho e as estratégias de sua organização, ao preço de correr mais riscos.

Isso porque será preciso validar a sua ideia, identificar o consumidor, criar canais de venda e todo o processo necessário para produzir, se comunicar e vender. Além disso, uma das principais desvantagens desse modelo em relação a franquia é o investimento inicial, que muitas vezes acaba saindo maior.

Conhecendo o seu perfil de empreendedor

Seja apostando em uma franquia ou negócio próprio, ambos os modelos apresentam riscos, vantagens e desvantagens. Após conhecer os prós e os contras, o empreendedor deverá fazer uma autoanálise para determinar o melhor tipo de investimento para o seu perfil.

Para quem está dando os primeiros passos no mundo do empreendedorismo, é necessário buscar especializações, principalmente em gestão e marketing para otimizar as chances de sucesso. O SEBRAE possui bons cursos gratuitos para quem está começando. Confira!