Empreender não é fácil, mas é possível

A chance de ter o próprio negócio e de se tornar dono do próprio nariz muitas vezes é bastante atrativa para quem busca mais flexibilidade na vida, especialmente para aquelas pessoas que acham que ter uma empresa é sinônimo de trabalhar menos e ter tempo para se divertir mais. É aí que muitos podem se enganar, quando uma empresa é aberta muitos procedimentos burocráticos e desafios irão fazer parte da nova vida profissional, é necessário estar consciente que não é fácil manter uma empresa e fazê-la ter sucesso.

Muitas vezes é necessária persistência, nem sempre as contas da empresa irão estar no verde, então administrar de forma eficiente e responsável o negócio é um requisito fundamental para não deixar de lado as tarefas importantes a serem realizadas. As tentativas no mundo empresarial tornam o profissional mais experiente gerando uma maior maturidade quando decisões precisam ser tomadas. Uma decisão básica para a sobrevivência de uma empresa é a insistência, não é na primeira adversidade que se deve desistir de tudo que foi planejado. Existem atividades que exigem tempo para ter sucesso e quando uma empresa encontra dificuldades pode ser que suas atividades apenas precisem de mais tempo para se firmar no mundo empresarial.

Um exemplo verídico de um empresário que inicialmente faliu mas depois de insistência alcançou o sucesso é o de Marcos Mendes. Primeiramente ele havia tentando se dar bem nos negócios no ramo de limpeza de automóveis com um lava-rápido, mas depois de erros na administração decorrentes da falta de tempo ele percebeu que precisava se dedicar mais ao trabalho, no entanto, esses erros no lava-rápido o fizeram falir.

Depois da primeira tentativa Marcos Mendes voltou para o mercado de trabalho como empregado no ramo da área de TI. Após perceber que precisava de mais flexibilidade em sua vida pessoal e mais renda em suas economias, ele não teve medo de tentar outra vez. Então pensou em uma forma inovadora de novamente abrir uma empresa, depois de algumas observações Marcos Mendes percebeu que existia uma necessidade do mercado de um produto que limpasse o carro com o mínimo de água. Após ter esse produto desenvolvido por um químico que contratou, o empresário passou a se dedicar mais tempo ao seu novo negócio.

Com a nova empresa chamada de Acqua Zero, Marcos ainda enfrentou dificuldades nos dois primeiros anos pois as contas só fechavam no vermelho, mas após a crise hídrica em São Paulo a empresa começou a crescer vertiginosamente. Com a falta de água era necessária uma opção mais consciente para lavar carros, então foi a partir daí que os investimentos do empresário começaram a dar resultados. Sua empresa já faturou 400 milhões e ainda tem previsão de crescimento em 2017.