Como exercitar a criatividade para sair da crise

Antes de começar este artigo, gostaria de mostrar de imediato uma solução criativa: para resolver a crise basta tirar a letra “s”. Assim ganhamos a palavra “crie“. Mas antes de falarmos sobre o exercício da criatividade é importante entendermos como ela funciona.

A criatividade é o estopim de algo novo. Sempre que alguma coisa nova passa a existir, significa que esta coisa foi criada, e ela só existe agora, mesmo sendo novo, por que alguém usou a criatividade. Ao assimilar isto, percebemos que a criatividade envolve a produção de novos estímulos neurais, emocionais, etc. Portanto, veja como alguns hábitos podem provocar estes estímulos.

FUJA DA ROTINA

Quando criamos algo, produzimos novos estímulos, quando fazemos aquilo que já conhecemos, ou já sabemos, apenas acessamos informações que já foram produzidas anteriormente. Agora, como podemos fugir da rotina?

Uma forma simples de fazer isto é usar novas rotas para ir a lugares que você costuma frequentar, como trabalho, escola, faculdade, etc. Essa é uma forma de ativar a mente. Aliás, as vezes acordamos no meio do caminho e nem percebemos o trajeto que fizemos. Isto se dá por que apenas acessamos as informações já contidas em nossa mente. Ou seja, mesmo que você estivesse sonâmbulo, seu inconsciente faria o mesmo trajeto sem nenhum problema.

Outra dica é inverter o uso das mãos. Se você é destro ou canhoto, tente escovar os dentes, adoçar o café, ou mexer no celular, entre outros, com a mão inversa.

OBSERVE

Quanto mais observamos as coisas, temos uma maior riqueza de detalhes sobre elas. E isto gera em nós a oportunidade de perguntar: porquê isto foi feito assim? Porque tem este formato? E se observarmos nossa mente também, vamos nos admirar pela forma como ela busca as respostas. E a cada resposta alcançada surge-se uma nova tese. Se isto acontecer com você, ou seja, se você produzir várias resposta para uma simples pergunta, mesmo que esta resposta não seja efetivamente certa, parabéns! Você está exercitando muito bem sua criatividade.

PROCURE A SOLUÇÃO

Seja faminto por encontrar algum problema, seja ele social, ambiental, econômico, fisiológico, etc. E, ao encontrá-lo, tente resolvê-lo. Se você já tiver praticando os dois itens anteriores, perceberá um grau superior de dificuldade aqui, mas isto é bastante comum.

O pulo do gato aqui é: sempre que encontrar uma solução para algum problema que você avistou, delete ela da sua mente. Pense nela como uma caixa, e você pega esta caixa com a mão, deixa ela guardada em algum canto, e tente produzir uma nova forma de solucionar aquele problema. Tenho certeza que você se sentirá incrível quando, para cada problema, você tiver pelos menos 3 soluções diferentes!