5 dicas importantes para quem está entrando em um negócio pela primeira vez

Image result for negocios

Para quem está começando um negócio pela primeira vez e está preocupado com o fracasso, dê a sua nova empresa a melhor chance de sucesso com essas 5 dicas de negócios.

1 – Seja apaixonado pelo que você faz

Você não precisa amar o que quer que seja seu negócio (e provavelmente não deveria), mas você precisa de algo que te faça estar ali de corpo e alma.

Você vai dedicar muito tempo e energia para iniciar um negócio e transforma-lo em uma empresa bem-sucedida. Em vista disso, é realmente importante que você aproveite profundamente o que você faz, seja cozinhando, criando cerâmica ou fornecendo conselhos financeiros. Certifique-se de que está no caminho certo antes de começar a trilhar esse caminho.

2 – Comece seu negócio enquanto você ainda está empregado

Por quanto tempo a maioria das pessoas pode viver sem dinheiro? Não muito. E pode ser um longo tempo antes do seu novo negócio realmente fazer qualquer lucro. Ser empregado enquanto você está começando um negócio significa dinheiro em seu bolso enquanto você está passando pelo processo de inicialização.

3 – Não faça isso sozinho

Você precisa de um sistema de suporte enquanto você está iniciando um negócio (e depois também). Um membro da família ou um amigo que você possa conversar e rever ideias é essencial.

Ainda melhor, encontre um mentor ou solicite um programa de inicialização de negócios, como muitos programas oferecidos pelo Sebrae. Quando você está iniciando uma empresa, a orientação experiente é o melhor sistema de suporte de todos.

4 – Obtenha clientes em primeiro lugar

Não espere até que você tenha oficializado seu negócio para alinhar isso, porque sua empresa não pode sobreviver sem eles.

Faça contatos o quanto antes e já procure estabelecer uma carteira de clientes. Procure vender ou mesmo distribuir seus produtos ou serviços antes da inauguração.

5 – Escreva um plano de negócios

A principal razão para fazer um plano de negócios é porque você está pensando em começar um negócio. Esse planejamento pode ajudá-lo a evitar perder seu tempo e dinheiro ao iniciar um negócio que não terá sucesso.

Lembre-se, você não precisa fazer um plano de negócios em escala completa para cada nova ideia de negócio que você venha a ter para sua empresa. Mas é essencial que exista um plano de negócios principal antes de sua empresa existir.

 

Como analisar o ambiente interno e externo do seu negócio? Use a Matriz SWOT

Você sabia que existe uma ferramenta capaz de identificar os pontos fortes e fracos do seu negócio? Além disso, ela possibilita mapear as oportunidades e ameaças que rondam o seu empreendimento. Essa ferramenta se chama Matriz SWOT. Leia esse artigo até o fim e aprenda como usá-la.

A sigla SWOT, vem das iniciais das palavras inglesas Strenghts (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). O objetivo de uma análise SWOT surge da necessidade de analisar o nosso ambiente interno e externo, nesse sentido, podemos fazer isso através da identificação desses quatros pontos:

1 – Forças:

As forças do seu negócio são os elementos internos que agregam benefícios e vantagens para o seu empreendimento.

Nesse sentido, essas forças podem ser: uma equipe muito bem treinada, uma localização privilegiada etc.

Dessa forma, identifique o maior número de pontos fortes, e a partir disso, trabalhe em cada um deles, com o intuito de maximizá-los ou de protegê-los de eventuais fatores negativos.

2 – Fraquezas:

As fraquezas, são os elementos internos que prejudicam o seu negócio. Como: uma equipe pouco qualificada, produtos de baixa qualidade etc.

Do mesmo modo, procure trabalhar em cada ponto fraco, com o objetivo de minimizá-los.

3 – Oportunidades:

As oportunidades fazem parte do ambiente externo à sua empresa, e elas são positivas para o desenvolvimento do seu negócio. Nessa perspectiva, você deve aproveitá-las ao máximo.

Exemplos: uma nova lei que beneficie o seu segmento, uma nova tecnologia etc.

4 – Ameaças:

As ameaças são os elementos externos ao seu negócio, nesse caso, elas podem atrapalhar os seus planos.

Exemplos: novos concorrentes, escassez de mão de obra qualificada no mercado.

Como foi dito durante esse artigo, busque identificar todos os elementos presentes no seu negócio, as suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. A partir disso, reflita sobre cada um deles e desenvolva um plano de ação com o objetivo de maximizá-los ou de minimizá-los, dependendo do ponto em questão.

Uma análise SWOT pode auxiliá-lo em muitos sentidos, como na identificação de novos mercados que podem ser explorados e no reconhecimento de suas falhas.